1 de out de 2014

Série Brasilidade: Thatiane Machado




A entrevistada de hoje é a alegre Thati Machado parceira aqui do blog... E ai SenhOr!!! A pessoa é apenas modelo, atriz, blogueira e autora... 



1-Conta mais um pouco sobre você... O que mais gosta de fazer nas horas vagas, os lugares que deseja conhecer, os desejos para a carreira ou as carreiras (risos)...

Bom, como você já deve ter percebido, não consigo me limitar a uma única carreira, risos! Sempre fui gulosa, sabe? Queria fazer tudo e mais um pouco. Enquanto fazia faculdade de artes cênicas e cursos de especialização em modelo, escrever era algo que eu fazia apenas nas horas vagas. Recentemente essa situação mudou e escrever passou a ser minha prioridade. Desejo, algum dia, poder sobreviver da minha escrita. Sei que é difícil, mas sonhar não custa, né? E ah, espero que minhas histórias acrescentem cor e fantasia à vida de outras pessoas.

2-Quando você escrevia fanfics imaginava que lançaria livros?? Quero dizer, você já tinha decidido que ser escritora seria mais que um hobbie?
Não, jamais imaginei isso. Eu comecei a escrever apenas para passar o tempo. É engaçado, pois no começo eu escrevia basicamente para uma ou duas pessoas. A minha comunidade no Orkut tinha 17 membros (e a maioria era da minha família!) e ficou assim por um tempo. Ela foi crescendo e crescendo, e quando atingiu o impressionante número de 3500 membros eu nem conseguia acreditar que tanta gente gostava daquilo que eu escrevia. Acho que o fato de muitas pessoas começarem a ler minhas histórias me incentivou muito a continuar escrevendo.

3-Como concilia todas as profissões?
Bem, como eu disse lá na primeira pergunta, atualmente minha prioridade é escrever. Ainda não terminei a faculdade de artes cênicas, falta um ano para eu poder me formar, mas tive problemas de saúde que me obrigaram a sair da faculdade e cuidar de mim mesma. Foi assim que encontrei tempo o bastante para terminar a escrita de “Ponte de cristal”. Minha única preocupação para conciliar tudo isso é que a maioria dos eventos acontece nos fins de semana. Então tenho que me programar com antecedência... Em alguns, trabalho como modelo, em outros, como escritora! Ufa!

4-Conta um pouco mais sobre Ponte de Cristal...
“Ponte de cristal” conta a história de uma escritora bem sucedida, ao menos no âmbito profissional. Sua vida amorosa é um desastre, já que ela não conseguiu superar os acontecimentos trágicos do passado e se entregar para outra pessoa novamente. Ela decide se vingar daquele que lhe infligiu tanta dor, mas acaba sendo surpreendida. Ela vai atrás de Théo para matá-lo e se depara com a notícia de que ele não é quem ela pensa. A princípio ela não acredita, mas resolve tirar essa história a limpo. Quando ela tem as respostas das quais precisava, ela resolve se unir a Gael para concretizar sua vingança. Stevie e Rose – seus melhores amigos – acabam entrando na missão, pois para a total surpresa de Mia, Théo não só a manipulou durante muito tempo, como pretende também manipular todo o Lar. E bem, muita coisa acontece depois disso, mas só lendo para saber!

5-Quais dificuldades você acredita existir na publicação do primeiro livro?
O mercado tem crescido muito. A internet também é uma forte aliada dos autores. No entanto, acho que é difícil conquistar o seu espaço quando ninguém te conhece. As grandes editoras buscam publicar livros de pessoas que já são conhecidas, pois dessa forma a venda é garantida. Nós, meros desconhecidos (risos!) que publicamos por editoras pequenas ou de forma independente, precisamos trabalhar duro se quisermos conquistar mais e mais leitores.

6-No seu blog tu fala sobre seu pai, de que forma ele te apresentou aos livros?
Meu pai teve uma infância difícil e superou muitos obstáculos para poder dar conforto e educação para toda a família. Ele sempre foi muito rigoroso. E eu não gostava de ler quando era criança... Tinha preguiça. Meu pai, no entanto, me obrigava a ler. Ele também me tomava a maldita tabuada. Só depois disso é que eu podia brincar. Na época eu odiava toda essa rigidez, atualmente sou muito grata a ela.

7-O que mudaria nos leitores brasileiros?
Acho que os leitores brasileiros são os melhores do mundo. Principalmente os jovens. Eles são intensos e estão sempre abertos a novas experiências. Quando amam algum artista – seja escritor, cantor ou ator – eles fazem questão de demonstrar. Todo esse calor brasileiro me fascina. Acho que não mudaria nada nos leitores brasileiros, mas mudaria muita coisa nas livrarias e editoras!

8-Um livro que recomendaria pra quem está iniciando a vida de leitor?
Eu acho que isso é muito subjetivo. Existe um livro certo para cada pessoa. Além disso, acredito que é o livro quem escolhe seu leitor, e não o contrário. No entanto, se você tiver mais de 14 anos e gostar de romance, ação, vingança e distopia, recomendo a leitura de “Ponte de cristal”! Eu preciso vender o meu peixe, gente! RISOS!




Rapidinhas

Música: “Utopia” - Belinda
Autor(a): Sidney Sheldon (não é o meu preferido, mas foi quem me fez tomar gosto pela leitura)
Escrever é... Trabalho e tesão.
Uma frase:"Às vezes, não conseguir o que você quer é uma tremenda sorte."
(Dalai Lama)
Realização: Ter construído a minha “Ponte de cristal”.


Um comentário:

  1. Olá Bia, tudo bom??
    Mais uma vez, quero agradecer pela oportunidade. É incrível estar em um blog tão lindo e querido podendo contar um pouco mais sobre mim e meu trabalho.
    Adorei responder a todas as perguntas... Sei que falo muito, então tentei ser mais sucinta, rs! Espero que todos gostem da entrevista <3

    Grande beijo ♥

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir

Próxima Página