11 de dez de 2015

Semana Roberta Faring - Inspiração e Curiosidades

Mais um dia da semana especial da escritora Roberta Farig, e hoje vamos conhecer algumas curiosidade sobre a trilogia "Apenas Amor", que como vocês já sabem, será lançada pela Editora Percurso.


"Posso dizer que a inspiração principal para a criação do meu livro foi o "Amor"!
Clichê? Na verdade não!
É apenas uma constatação da importância que esse sentimento tem em minha vida.
Ao meu ver o amor é a essência da vida. É o motivo, a razão, o verdadeiro significado do sentido de viver! E com essa trilogia, procurei despertar isso, através de minhas palavras, em meus leitores. Busquei em meu intimo, em minhas orações, em meus instintos, palavras que pudessem compor essa história com perfeição. Como sei que ninguém é capaz de agradar a todos, fico muito feliz por ter conseguido alcançar o coração de algumas pessoas, que como eu, acreditam que o amor salva, cura e vence qualquer impedimento em nossa vida,
Posso aqui aproveitar para convidar a todos vocês que ainda não puderam ler meu livro, a ler, a apreciá-lo e a analisar as minhas palavras a respeito deste nobre sentimento."

Roberta Farig

Você sabia que a inspiração física da personagem Anabella Zommer é a atriz Fernanda Souza? Pois é, a escritora Roberta Farig adora a Fernandinha e o sonho dela é que um dia a Fernanda possa ler o seu livro.
Já imaginaram? Vamos fazer uma campanha ai pra realizar este sonho da Roberta! #FernandaleioolivrodaFarig

E a inspiração para o poderoso Samuel Neon,não podia ser ninguém mais, ninguém menos que Rodrigo Santoro, o muso brasileiro-hollywodiano se encaixa perfeitamente no papel do personagem que é enigmático e sexy, assim como o ator do filme 300!



10 de dez de 2015

Semana Roberta Faring - Primeiro Capítulo

Hoje o post é especial!
Vamos degustar um pouquinho desta história que estaremos conhecendo ao longo da semana.
No post de hoje, vocês terão prazer de ler o prólogo do livro 1 Descobrindo todas as formas de amor, assim como ler em primeiríssima mão, o primeiro capitulo do livro!


PRÓLOGO

A vida é feita de muitas escolhas, muitos momentos. E, dado o destino por nós escolhidos, só nos resta lidar com as consequências. O passado faz parte do presente, principalmente quando deixamos algo inacabado para trás. E quando cito o passado, falo dos mais longínquos e inaceitáveis por muitos.
Sempre procurei pensar antes de agir, analisar os dois lados da moeda e não jogá-la a esmo, esperando que ela determinasse o meu destino. Isso nesta vida ou em outra existência, não importa. Deus sempre foi muito bom, dando-me a oportunidade de, agora, fazer a coisa certa, desvendando a importância de ser amada incondicionalmente, mesmo quando estava perdida no desamor. No que cabe a mim, a retribuição de tão precioso sentimento... Aprender a lidar com a alegria e com a dor, descobrir todas as formas de amor e saber com qual viver em cada momento, mas sem nunca duvidar do seu poder.
O problema é que nada é sempre doce e amável. Muitas vezes nos deparamos com momentos de muita dor e dúvida. E tudo o que nos resta é aprender a trabalhar com o lado bom e o ruim das situações. Quando tudo parece estar perdido e a escuridão se faz presente, não se desespere, porque existe uma luz no final do túnel, pode acreditar. Nada acontece por acaso e sem a ciência Dele, o Deus do Amor.

PRIMEIRO CAPÍTULO

Segunda-feira, dia internacional da preguiça... Mas o trabalho me aguardava. Fitei-me no espelho, avaliando minha real situação depois de um fim de semana bem cansativo entre idas e vindas do hospital, cuidando do meu pai, Leonardo. A crise de pressão, dessa vez, foi extremamente séria, causando sua visita ao pronto atendimento médico – mesmo diante da sua relutância. – Papai era o homem mais forte e perseverante do mundo, apesar de muito teimoso. Vê-lo em um leito hospitalar me abalou profundamente.
O senhor Leonardo era um homem de setenta e quatro anos, aposentado estadual, que levava uma vida tranquila, dividindo seu tempo entre passar horas na praça do centro da cidade, jogando dominó com os amigos que viviam por lá, e incomodar minha mãe com suas brincadeiras – às vezes, um tanto sem graça, mas que ela adorava. – Florianópolis tem vários espaços para que os idosos aproveitem a vida de maneira saudável, sem focar sua mente no estranho pensamento de “a idade chegou, a existência acabou”. E tal fato era a glória para o meu pai, mas, com isso, ele não obedecia às regras básicas, como tomar os remédios na hora certa e controlar a alimentação.
Ainda a me olhar no espelho, percebi que uma boa maquiagem e uma roupa confortável melhoraram meu visual. Então, fui à luta, porque o dia prometia reuniões, documentos para revisar, processos para arquivar e clientes para atender. Essa era a rotina do escritório de advocacia onde eu trabalhava, Neon Advogados Associados.
Desci as escadas e encontrei mamãe preparando a mesa do café da manhã com todo o carinho de sempre, cheia de guloseimas e tudo muito bem organizado.
— Bom dia, mãezinha linda do meu coração! – exclamei, dando-lhe um estalado beijo e deixando a marca do meu batom em sua bochecha, gesto que ela adorava.
— Bom dia, minha filha – retribuiu. – Dormiu bem? – indagou. Mamãe com suas preocupações de sempre...
— Sim, essa madrugada foi mais tranquila. – Depois de duas noites sentada em uma cadeira de hospital, minha cama era mais que perfeita. – E a senhora e o papai, como passaram?
— Seu pai dormiu como uma pedra e roncou como sempre, sinal de que está bem melhor. – Ok, o ronco dele era mesmo algo sobrenatural. – Eu dormi pouco, porém, o suficiente.
Sentei-me à mesa e comecei a desfrutar do meu café da manhã, comendo torradas frescas, preparadas pela mamãe, entornando um suco de laranja e, de quebra, uma fatia de melão, fruta que eu adorava. Logo, papai se juntou a nós. Na verdade, ele precisava de repouso absoluto, entretanto, falar-lhe isso era o mesmo que conversar com uma porta, inútil e sem resultados.
— Leonardo, homem de Deus! O que você está fazendo em pé? – perguntou mamãe, gastando saliva, porque a resposta na bucha seria algo rotineiro.
— Ora, Kátia... Não estou doente para ficar na cama e a vida me chama! – exclamou papai. Fui obrigada a gargalhar. – Do que você está rindo, minha filha? – indagou curioso, beliscando a ponta da minha orelha.
— Ah, pai... O senhor não muda mesmo, é sempre tão previsível e teimoso.


9 de dez de 2015

Semana Roberta Faring - Primeiro Capítulo

Ontem vocês se deliciaram com o prólogo e o primeiro capitulo do livro Descobrindo todas as formas de amor, livro 1 da trilogia Apenas Amor.

Hoje vamos conhecer prólogo e primeiro capítulo do livro 2, Só o amor pode curar a dor.

PRÓLOGO

Nada é realmente perfeito. A vida nos reserva surpresas e nem sempre sabemos como lidar com as diferentes situações que nos acontece. A vida é um tudo ou nada e, ao mesmo tempo, ela é apenas consequência das escolhas que fazemos.
Anabella vai entender que o pensamento tem um poder inimaginável, e que sua fé poderá resgatá-la de um lado escuro e distante. Tudo será muito intenso em decorrência dos acontecimentos passados, recentes ou não, que a deixaram completamente vulnerável a tudo.
Sendo ela uma mulher dotada de um poder de amar imensurável, será essa, mais uma vez, a sua salvação, o amor. Claro que contará com a ajuda e a força de pessoas especiais que fazem parte de sua existência e que serão imprescindíveis nessa nova fase em que Anabella vivencia o amor para curar a dor!


PRIMEIRO CAPÍTULO

Tudo era muito difícil, lidar com a perda deveria ser algo que eu conhecesse, mas meus pais nunca me permitiram isso. Só que, agora, eles não estavam mais ali, e tudo isso tomou uma proporção jamais imaginada por mim.

Eu tentava lidar com a situação de acordar todos os dias e não ter minha mãe preparando meu café da manhã e nem meu pai sentado em sua poltrona, lendo o seu jornal matinal. Estava tentando, mas o tempo não me ajudava. Tinha pessoas em minha volta, que me faziam sorrir e acreditar que a vida continuava. Contudo, mesmo assim, a dor me fazia enxergar que, na realidade, a saudade era o sentimento mais forte dentro de mim. A única coisa boa era que, com o tempo, as pessoas especiais me faziam entender que saudade não era sentir dor, e que a dor não faria bem nem a mim, tampouco a eles.

Só que ficar em casa também não me deixava nada bem. Havia se passado dez dias, e eu continuava ali, presa às lembranças, com medo que desaparecessem. Porém, ao que me parecia, elas apenas se intensificavam, e só me restava viver. Fui ao lugar que me trazia um pouco de paz, a praia.

No caminho, aproveitei para chorar. Nossa... Fazia muito isso ultimamente, e sem medo ou vergonha, era natural. Coloquei uma música de fundo no som do carro, e me permiti vagar nas minhas lembranças mais felizes. Minha vida era uma bênção, eu era realmente uma mulher de sorte. Tive os melhores pais que alguém poderia ter desejado. Lógico que gostaria de ter mais tempo com eles, mais oportunidades de expressar minha gratidão e amor por tudo. Entretanto, certamente, foram momentos vividos em intensa felicidade.

Percebi que começava a analisar minha existência nesse último ano, em como a vida preparou tudo para o que estava para acontecer. Lembrava-me dos conselhos da mamãe, das vezes em que o papai teve que aceitar que eu tinha crescido e no quanto isso lhe foi doloroso. Afinal, eu também gostaria de ser a eterna bonequinha do papai.

LEIA NA ÍNTEGRA CLICANDO AQUI.

8 de dez de 2015

Semana Roberta Farig - Conhecendo as Obras

Ontem conhecemos a escritora Roberta Farig, hoje iremos conhecer mais de suas duas obras, Descobrindo todas as formas de amor e Só o amor pode curar a dor, que serão lançadas dia 12 de dezembro, pela Editora Percurso.


SINOPSE: O amor pode ser encontrado em diferentes formas e situações. Algumas vezes, ele aparece nos momentos mais inesperados e nas pessoas menos improváveis. Anabella vivenciou isso desde o momento que nasceu. Ela pôde sentir o poder do amor em sua vida, descobrindo, inusitadamente, que esse sentimento salva. Após ser abandonada pela mãe biológica, Anabella passa a viver com os pais adotivos, que lhe dão todo o amor que uma criança deve receber. Com o tempo, ela conhece o mundo e aprende as artimanhas necessárias para sobreviver. O problema é que, algumas vezes, sua inocência a leva por caminhos difíceis, contudo, sempre com alguém a ampará-la, um ser enviado por Deus que muito a ilumina. O amor de um homem não poderia ficar de fora, e a vida traz a Anabella a oportunidade de experimentar uma intensa e deliciosa história. No entanto, nada é por acaso, e no momento em que ela decide se entregar a esse novo amor, uma reviravolta dolorosa surge em seu caminho, obrigando-a a rever seus planos e seus conceitos sobre o amor e a vida.


SINOPSE: Após a perda dos seus pais, com a dor de sentir-se só, Anabella percebe que está na hora de voltar às suas raízes. Com sua amiga Daiane, encontrará as respostas que procurava. Começa, então, uma nova fase na vida de Anabella, onde aprenderá a deixar sua dor de lado, permitindo que seu passado faça parte da sua existência. Tudo muda, Anabella percebe quão afortunada é, em todos os sentidos, quando o destino a coloca, mais uma vez, em perigo. Dessa forma, ela passa a se permitir mais, a dar vazão aos desejos do passado e aos sonhos que agora almeja realizar. Quanto ao amor - Ah, o amor! -, Anabella o vive intensamente, sem medo de ser feliz. Porém, ainda assim, a dor se faz presente, obrigando-a a traçar novos planos em sua jornada, sempre buscando pelo amor, sua fonte de vida.




7 de dez de 2015

Semana Roberta Farig

Iniciamos hoje a semana de divulgação da escritora Roberta Farig, autora da trilogia Apenas Amor, que terá seus 2 primeiros livros publicados em breve pela Editora Percurso.

Durante uma semana você irá acompanhar aqui, curiosidades sobre a obra, playlist das músicas que embalaram os momentos de escrita da autora, quotes, além de ]opiniões dos leitores e uma entrevista exclusiva da autora.

Fiquem ligadinhos!


Apaixonada por literatura, Roberta Farig nunca se atreveu a se aventurar nessa selva de letras e sonhos. Porém, a paixão falou mais alto. Então, engatou a primeira marcha e manobrou devagar, começando com contos... Contos adultos! Deliciosas cenas instigantes. Os comentários chegaram e a aprovação dos leitores a incentivou. Diante de tantos elogios, a coragem se intensificou, e Roberta adentrou em um mundo de sonhos, transformando a imaginação em palavras.
No entanto, seu primeiro projeto literário oficial – em co-autoria com uma amiga – ficou engavetado, porque outro sonho – ainda maior – permeava sua mente. Tendo o apoio incondicional da família e de alguns amigos sinceros, ela seguiu nessa empreitada e deu vida ao romance que tinha em mente, criando personagens fantásticos e deliciosamente interessantes.
Dessa forma nasceu a trilogia Apenas Amor, a primeira publicação da escritora com o patrocínio da editora Uno, que não procrastinou em acreditar no talento de Roberta e aceitá-la em seu hall de celebridades. Em meio ao mundo de sonhos, pesadelos se fazem presentes. Nunca agradaremos a todos, porém, Roberta não desiste.
O primeiro volume da Trilogia – Descobrindo Todas as Formas de Amor – é voltado para o público jovem / adulto que adora um bom romance urbano, e a obra já se tornou um sucesso. Obviamente, muitos percalços aparecem no caminho. Contudo, Roberta Farig não é apenas uma escritora sonhadora e altamente romântica, ela é mulher e mãe – e, como tal, é uma brava guerreira. – Sendo assim, para a alegria daqueles que participam com afinco do time “Roberta Farig Para Sempre” – e para a decepção plena dos torcedores contra –, essa simpática e carinhosa autora não tem a mínima intenção de desistir dos objetivos que traçou para o seu futuro.
E quanto ao projeto engavetado? Tudo o que Roberta afirma é que teremos momentos felizes... em breve! Por hora, nos resta aguardar ansiosamente pelos lindos textos que essa catarinense de trinta e dois anos nos reserva em seus futuros enredos. Certamente, não seremos decepcionados.

Texto de Vanessa Araújo





Roberta Farig, 32 anos, casada, mãe, mulher e acima de tudo uma amante incurável da vida. Encontrou na literatura seu refúgio mais aconchegante para as turbulências do dia a dia, fazendo seu mundo particular.

Catarinense e Florianopolitana, com muito orgulho "manezinha" como todos os nascidos ma ilha de Santa Catarina são conhecidos.

A "ilha mágica" onde todas as lendas, mitos e folclores culturais são permitidos, fazendo sua imaginação fervilhar!






Gostaram? Então não percam amanhã a apresentação das obras Descobrindo todas as formas de amor e Só o amor pode curar a dor. E tenho uma notícia ótima para quem adora comprar e ganhar brindes. Adquirindo o livro na pré-venda, você garante além de livros maravilhosos, brindes exclusivos, entre eles, camiseta personalizada. Aproveite!

6 de dez de 2015

Editora Valentina: Lançamento

Olá pessoal :)

Trago para vocês o novo lançamento da Valentina: Ative sua Bondade – Transformando o Mundo
Através da Prática do Bem. Vamos saber um pouco mais sobre essa obra?
SINOPSE
Ative sua Bondade é um guia pessoal para fazer o bem a si mesmo e aos outros, oferecendo inspiração para que haja uma melhora imediata na sua vida e na de todos ao seu redor. A autora, filantropa e empresária de visão, fala com franqueza sobre histórias pessoais e também dá exemplos de pessoas de atitude que fizeram a diferença ao pensar, falar e fazer o
bem.
Como uma das mulheres mais poderosas do mundo e dona de um império empresarial que se estende por todo o globo, Shari descreve suas experiências extraordinárias e como conseguiu integrar o poder da prática do bem a todos os aspectos de sua vida e de sua carreira.
O inesperado e fascinante insight que o livro proporciona ao leitor prova que, quando você encontra um modo de fazer o bem aos outros, também faz bem a si mesmo. Este é um livro para compartilhar com as pessoas que você ama e com aqueles que são seus parceiros no desejo de criar um mundo melhor para as futuras gerações. Ative você a sua bondade e descubra mil maneiras de tornar a vida infinitamente mais feliz!

AUTORA
Shari Arison é a líder americano-israelense de um império empresarial e filantrópico que se estende por todo o globo. Em 2010, recebeu o America-Israel Friendship League’s Partners for Democracy Award em reconhecimento a sua contribuição para as relações econômicas entre os Estados Unidos e Israel. Em 2011, e novamente em 2012, a revista Forbes a incluiu na lista das Mulheres Mais Poderosas do Mundo, classificando-a como uma força pelo bem no mundo empresarial e na filantropia. Shari também ocupou o segundo lugar na lista das Bilionárias Mais Verdes da Forbes. Shari é mãe de quatro filhos e reside em Israel. Descubra mais em gdd.goodnet.org/pt ou busque Good Deeds Day Brasil no Google para todas as informações sobre O DIA DAS BOAS AÇÕES aqui no nosso país. E para conhecer melhor essa autora fantástica, sua obra e seu legado, visite Shariarison.com.


3 de dez de 2015

Lançamento: Poder Extra G

Olá pessoal :)

Minha queria amiga Thati Machado do blog Nem Te Conto lança seu mais novo livro na Amazon, o sucesso do wattpad com mais de 650 mil leituras, Poder Extra G. Vamos conhecer um pouco mais sobre ele? 


"Poder extra g" é um chick lit para pessoas modernas, bem resolvidas, autoconfiantes e que, acima de tudo, não dão a mínima para os padrões midiáticos (e absurdos) de beleza que a sociedade tenta nos impor. A história foi publicada no wattpad. Apesar de ser a primeira obra da autora na plataforma, “poder extra g” ganhou muitas leituras (mais de 650 MIL) em poucos meses, além de um feedback incrível. Mulheres de todas as idades relatam como a Nina e sua autoconfiança mudaram suas vidas e foram de extrema importância para elas (além de ter lhes arrancado boas risadas). É possível se identificar com a personagem, pois ela retrata uma pessoa normal e qualquer um pode se enxergar nela, estando acima do peso ou não. “Poder extra G” não é apenas uma história sobre uma mulher gorda, mas uma história que nos faz encontrar nossa verdadeira beleza; nosso verdadeiro poder, independente de onde ele tenha se escondido!


Sinopse: Nina não é uma mulher de tipos. E não apenas por conta dos seus noventa e dois quilos... Nina possui atitude e amor próprio. Talvez não nessa ordem. Quem se importa? Ao namorar Marco, ela achava que estava subindo mais um degrau rumo ao topo de sua autoestima. É claro que alguns sinais lhe alertavam exatamente do contrário, mas o ego pode ser bastante ensurdecedor, quando nos convém. Após se dar conta da grande farsa que era o seu relacionamento, Nina decide deixar toda sua vida em São Paulo em "stand by" e parte rumo à Buenos Aires, para um mês regado a argentinos sedutores e obviamente, muito doce de leite. Novamente: talvez não nessa ordem. Definitivamente, não nessa ordem! Nina só não esperava que o país dos "hermanos" pudesse lhe trazer muito mais do que uns quilinhos extras...


Sobre a autora:

Thati Machado tem vinte quatro anos e começou a escrever aos doze. Sempre foi uma criança criativa, costumava inventar uma história para cada acontecimento de sua vida. Começou a passar suas histórias e sentimentos para o papel em forma de versinhos. Logo depois se aventurou no universo da fanfictions, onde
conquistou mais de 3500 leitores. Suas histórias nunca tinham menos de 20000 comentários. Aos quinze anos se aventurou também nos palcos, atuando e obviamente, escrevendo. Foi somente aos vinte e três anos que a jovem resolveu publicar sua primeira história com personagens inéditos: Ponte de cristal. Thati sabia pouco a respeito do mercado editorial, mas sabia que o caminho seria longo e muitas vezes também custoso. Mesmo sem o apoio de uma editora consolidada, a jovem vem conseguindo conquistar mais e mais leitores. Em menos de um ano, quase mil exemplares de “Ponte de cristal” foram vendidos.
Recentemente ela também resolveu atender aos pedidos de alguns fãs e deu a “Com outros olhos” (seu breve romance publicado na Amazon) uma versão impressa totalmente independente. Sentindo falta do contato direto que costumava ter com seus leitores, Thati se aventurou em “Poder extra G”, uma comédia romântica que aborda a importância da singularidade do indivíduo de um jeito leve e bem humorado. Como essa era a sua estreia na já consolidada plataforma wattpad, Thati achou que um longo caminho precisaria ser trilhado novamente, como quando escrevia fanfictions, mas para a sua surpresa a história rapidamente conquistou milhares de leitores e já tem incríveis 600 MIL
leituras online. A obra será lançada na Amazon no dia 06/11, com cenas inéditas. A pedido dos leitores, “PEG” acabou virando uma trilogia, sendo cada livro narrado por um personagem diferente. O segundo da série, “Singular”, é narrado pelo Noah, está sendo disponibilizado duas vezes por semana no wattpad e conta com mais de 15 MIL leituras em apenas nove capítulos. Nesses breves meses de carreira, Thati Machado já saiu em diversas matérias no jornal − tanto impresso, quanto digital − e foi entrevistada por rádios e pequenos canais de TV, principalmente em sua cidade natal, Niterói. Trabalha de forma ativa em feiras do livro, onde palestra e conquista novos leitores. Esteve na Flipoços, onde palestrou ao lado de grandes nomes como Martha Gabriel e José Luiz Goldfarb; esteve também na primeira edição da FLIR, onde teve a oportunidade de falar sobre a sua experiência escrevendo contos em plataformas digitais. Sua presença na Bienal do Livro do Rio de Janeiro foi um
sucesso e seus dois títulos publicados ficaram esgotados.






30 de nov de 2015

Editora Arwen: Lançamentos de Novembro

Olá pessoal :)

Para fechar o mês com chave de ouro, trago para vocês os lançamentos de Novembro da Editora Arwen. Vamos conferir? 




Célula 2

O que você faria se sua vida mudasse radicalmente de uma hora para outra? Erik era um garoto comum, que tinha consciência de que era filho adotado e nem por isso deixava de amar seus pais incondicionalmente. Porém, depois de seu décimo quinto aniversário, coisas estranhas começam a acontecer e ninguém parece ser capaz de explicá-las. Em busca de respostas, ele vai descobrir que nem tudo é o que parece ser e que uma simples mensagem pode mudar o curso de toda uma vida.
Por onde começar? O que fazer? As respostas estão na sua célula! 
Na Célula 2.




Quando um homem ama uma mulher

Seria possível mensurar o amor de um homem por uma mulher? E quando este amor é tão grande que afronta, inclusive, a rejeição da mulher amada?

O Senador Richard Walker terá um árduo desafio pela frente, maior até do que vencer as próximas eleições, terá que convencer a mulher que ama de que não é corrupto, nem desonesto, como a maioria dos políticos. Richard teria que derrubar as barreiras que a jornalista Emma Morris construiu em torno de si mesma para bloquear o amor.

Filha de um ex-senador da República, preso por corrupção, Emma não acreditava no mundo político e muito menos na corja de parlamentares, já que o próprio pai, a pessoa que mais amava no mundo, foi capaz de decepcioná-la. Em consequência, ela também se fechou para o amor. Contudo, Emma aprende que nem sempre podemos julgar a todos nos baseando no ato falho de alguns. Após rejeitar o senador Walker, aprenderá com a dor que o amor tudo perdoa, tudo suporta e tudo crê...

Quando um homem ama uma mulher apresenta momentos de romance e ternura, contracenando com pitadas de pura sensualidade e demonstra a transformação do MEDO em AMOR.


Perdida no Paraíso 

Kristen Berkeley já não era mais a mesma. Após a morte de sua irmã gêmea, ela é mandada para morar com o pai em Nova York.

Longe de seu passado, tudo o que Kristen deseja é poder recomeçar sua vida e esquecer os verdadeiros motivos que a levaram até ali.

No entanto, tudo muda quando ela conhece Landon Parker, um jovem impulsivo e rebelde, que vê em Kristen algo mais do que uma simples conquista.

Perdida no paraíso é uma história de superação e recomeço que vai mudar para sempre a vida desse casal que terá que lutar contra todos os segredos que dificultam o tão sonhado Feliz Para Sempre.


The Burns

Quantas vezes você já desejou ter uma segunda chance, um novo jeito de viver ou até mesmo uma nova vida?

Debora Spencer estava em crise. Uma atriz frustrada, afastada da família e dos amigos que gostaria de ter uma chance de começar tudo de novo e é isso mesmo o que Marcus Burns lhe oferece quando a transforma em vampiro e a leva para Burns, um clã de vampiros com suas próprias regras.

Mas uma vida eterna e cheia de perigos não era bem o que Debora desejava, pois ao tornar-se um vampiro ela percebe que perdeu também uma parte do controle que possuía sobre si mesma. Ela agora tem sede por sangue, mesmo que não o queira, e um desejo tão intenso que faz com que seu corpo arda em chamas pelo maior inimigo daquele que a transformou e a quer para si.

De que lado você ficaria?
Pois em Burns não há bem ou mal, há apenas vários tipos de sede.
Você consegue se controlar? Você aguenta?

Seja forte, deixe-se queimar e conheça um mundo onde sua nova vida pode ser tirada de você ainda mais rápido do que lhe foi presenteada... Corra o quanto puder, mas o fogo irá te alcançar, ele sempre é mais rápido.


INCÓGNITO
"Quando os melhores agentes secretos do mundo começam a ser eliminados um por um, Mariana Conrado vê o jogo mudar. Agora ela é a caça, não a caçadora e essa posição requer cuidados diferenciados.

Enquanto enfrenta a missão de sua vida, um charmoso e insistente vizinho resolve se aproximar e obriga Mariana a lidar com as lembranças de um fantasma do passado que promete reabrir suas cicatrizes e afetar seu julgamento em um momento em que isso pode ser fatal."




Uma Canção para a Libélula I

Era uma comum primavera numa fazenda qualquer, mas um encontro inusitado aconteceu: a Menina e a Libélula se viram pela primeira vez. Assombrada por um medo irracional da Morte, a Menina é marcada por esse encontro para o resto de sua vida. Compõe então uma canção em seu piano, homenageando a misteriosa libélula.
Os anos se passaram, Vanessa vivia em Londres e tinha a vida cercada por seu iminente sucesso como pianista, porém, algo aconteceu, mudando seu destino: Uma doença, uma viagem e um reencontro. 
Vanessa precisará encarar fantasmas que sequer lembrava um dia terem assombrado sua vida, tendo de relembrar a morte do irmão e reviver seu conflito com a mãe. E mais importante e mortal, conhecer a grande antagonista de sua vida, a quem chama de Vilã Cinzenta. 
De Londres a São Paulo, dos Palcos aos Lagos. “Uma canção para a Libélula” é a história de uma alma perdida e de sua busca por quebrar o casulo de sua existência, para só então compreender o sentido da própria vida. Este livro é um profundo mergulho em uma mente nebulosa, permeada por lagos obscuros e pela inusitada morte; não havendo sequer esperanças.

Uma canção para a Libélula II (Não oficial)

Um segredo antigo, uma alma conturbada, uma comprida escada. Valéria agora está de frente com a verdade e com uma velha amiga, a Loucura.Depois de um final aterrador, Uma Canção para a Libélula - parte I, deixou leitores ansiosos pela sua continuação. A história da jovem pianista Vanessa, e sua luta contra a Vilã Cinzenta, conquistou corações pelo Brasil inteiro e agora tem seu desfecho. A Menina que se encontrou com a Libélula viveu um sofrimento extremo, mergulhando em sua alma obscura para nos contar sua história.Dentro de um casulo escuro os segredos permeiam, envenenando toda a existência dessa família marcada por uma morte precoce. Diante das rachaduras há uma descoberta incrível: asas de diamante, um voo alto em meio às nuvens de um entardecer cor de algodão doce, e o encontro mais importante de uma existência. Seja forte agora, mas não contenha suas lágrimas. Ouça a Canção até o final.



29 de nov de 2015

Resenha: Alice no País das Armadilhas - Mainak Dhar

Título: Alice no país das armadilhas
Autor: Mainak Dhar
Nº de Páginas: 256
Editora: Única

Olá pessoal :)
Hoje venho trazendo para vocês a resenha desse livro que me fez devorá-lo muito rápido. Vamos lá saber o por que?

Alice no País das Armadilhas conta a estória de Alice, uma garota que nasceu em um período chamado Insurreição onde quase toda a população do planeta tinha se transformado em Mordedores, que são zumbis sedentos por carne humana e no qual sua mordida transforma o mordido em um Mordedor.

Alice é uma garota de 15 anos que mora em um lugar chamado País das Armadilhas, onde antes dos ataques nucleares que foi a causa de tais transformações, nos arredores da cidade onde antes era a Nova Déli, na Índia. E os moradores vivem nesse local se protegendo dos mordedores e tentando sobreviver dia após dia. 

Em um determinado dia, Alice estava de vigia e ela avistou algo bem peculiar, um mordedor com orelhas de coelho caiu em um buraco e a garota com sua curiosidade aguçada foi investigar o que seria aquilo. Em sua investigação, Alice descobre diversos mordedores e sua rainha, no qual ela os governava.

A Rainha dos Mordedores ela é um misto de mordedora e humana no qual ela revela a Alice o que causou tudo aquilo e que ela, foi designada a salvar o mundo. 

Após conhecer o outro lado da história, já que a garota só conhecia a versão contada pelos moradores do País das Armadilhas, ela resolve ajudar a a Rainha a tentar reverter a situação no qual eles se encontram, porém, após tomar tal decisão, Alice cria uma série de questionamentos como: Será que seria possível humanos e mordedores dividirem um mesmo espaço sem os dois tentarem se matar? Aquilo tudo é verdade? Tudo foi planejado para que acontecesse? 

“(...) mas eles passaram a perceber que o mundo não era exatamente aquilo a que foram levados a acreditar.” (pág. 122)


Como falei no começo esse livro me conquistou de uma maneira que só consegui largá-lo quando terminei. 

Eu adoro releituras de livros e não foi diferente com Alice no País das Armadilhas. Apesar de que eu fiquei com um pouco de receio por ser um livro de zumbis e achei que seria aquela coisa repetitiva que se encontra nos livros com essa temática, porém, me enganei totalmente.

Alice por ser forte e determinada já me conquistou no começo da estória e sempre ficava com o coração na mão nas cenas mais tensas que envolviam a garota. Além de Alice, conhecemos outros personagens dos livros de Lewis Carroll como o Chapeleiro, o Coelho e a Rainha. 

Todo o livro foi bem construído e não todos os pontos são esclarecidos. As questões políticas que são colocadas no livro engrandeceram mais ainda a estória. 

A narrativa é bem fluida, o que me ajudou mais ainda ter uma leitura rápida. A diagramação é simples mas bonita. Encontrei alguns pequenos erros mas nada que atrapalhasse a grandiosidade dessa obra. 

E esse é o primeiro livro da série Alice in Deadland que já conta com 7 livros e não vejo a hora de ler os outros (Única, já pode lança-los ok?). 

25 de nov de 2015

Editora Planeta: Lançamentos de Novembro

Olá pessoal :)

Hoje venho mostrar para vocês os lançamentos de Novembro da Editora Planeta e falar também do novo blog da editora. 



BOX PADRE FÁBIO DE MELO

O título Mulheres cheias de graça traduz a sutil atmosfera de ambiguidade que permeia os contos deste livro. “Graça”, ensina o dicionário, relaciona-se a dádiva, favor, bênção, pureza, elegância e comicidade, entre outros significados – uma multiplicidade
de sentidos refletida no caleidoscópio de personagens montado pelo autor.
Jovens, maduras ou idosas, ingênuas ou reflexivas, românticas ou amargas, sensuais ou nostálgicas, as vozes narradas desfiam histórias que, de alguma forma, enveredam pelas diferentes definições da “graça”. Com notável talento, o autor impregna as
personagens femininas de eloquente legitimidade, criando um painel de situações que têm como pano de fundo a busca humana pela graça maior da transcendência.
Mulheres de aço e de flores representa a essência da mulher comum, a feminilidade no cotidiano, a inquietação e a sutileza que lhe são particulares. Pe. Fábio, por meio de histórias simples, consegue discutir questões elevadíssimas do ser humano e conflitos internos de uma forma que só alguém com grande sensibilidade poderia fazer.
O autor apresenta, por meio de suas personagens femininas, uma postura muito mais humana e compreensiva do que religiosa.
Independentemente da crença do leitor, o livro o toca e o aproxima dos anseios e angústias de mulheres que fazem parte da vida de todos nós, mulheres de aço e de flores.

A GUERRA DO MUNDO

“Prazerosamente provocativo...Ele expõe tudo de maneira muito clara.” THE ECONOMIST
“Um retrato profundo e, muitas vezes, provocativo do período...um historiador que consegue acabar com as considerações fáceis.” THE TIMES

“Uma pesquisa séria, detalhada e comovente sobre a maldade humana que é, ao mesmo tempo, fascinante e dramática.” THE NEW YORK TIMES

“Um relato envolvente e controlado com maestria, no qual o autor equilibra uma narrativa abrangente com histórias pontuais... Até mesmo quem já leu muito a respeito da história do século XX vai encontrar detalhes novos e surpreendentes.” BOSTON GLOBE

“Sem dúvida, este é o melhor trabalho de Ferguson.” NEW YORK REVIEW OF BOOKS

DEXTER ESTÁ MORTO

Neste oitavo e último livro da cultuada saga do justiceiro – que
inspirou a série de TV homônima –, a tensão e o suspense não dão descanso. Nem a morte.

Depois de sete livros, a saga do analista forense da Polícia de Miami, Dexter Morgan, chega ao fim. E a última história desse serial killer, que só mata os bandidos – nunca os mocinhos –, não começa nada bem. Ele está preso sob a acusação de duplo assassinato, incluindo o de sua mulher, Rita – crime que, por incrível que possa parecer, desta vez ele não cometeu –, e de pedofilia.
Para se livrar das grades e limpar sua ficha policial, ele terá a ajuda de Brian, seu irmão, que contrata um competente advogado para tirá-lo da cadeia.
No entanto, livre para investigar o que andam tramando contra ele, Dexter se mete em confusões mais complexas e que podem
custar-lhe a vida.
Terá Jeff Lindsay a coragem de matar seu mais promissor e querido personagem? Abra este livro e descubra.


OS JUDEUS QUE CONSTRUÍRAM O BRASIL

Um capítulo escondido do Brasil. Uma passagem mantida em sigilo. Um passado que envergonha a todos: a fatídica história da Inquisição portuguesa que transferiu para a colônia a perseguição aos judeus. Discriminação, racismo, mortes. Esta é a grande revelação que traz o livro Os judeus que construíram o Brasil – fontes inéditas para uma nova visão da história. Resultado de pesquisas realizadas em todo o mundo e, em especial, no até então secreto arquivo do Santo Ofício da Inquisição, esta obra mostra como os judeus e os cristãos novos foram perseguidos nos séculos XVI, XVII e XVIII.
A Inquisição contra os judeus foi autorizada pelo Papa e começou em 1478 na Espanha e em 1536 em Portugal. Mas só no final do século XVI, em 1591, os portugueses mandaram quadros para o Brasil a fim de vigiar e perseguir os judeus. Distante da Europa, o país foi o destino de muitos convertidos, os cristãos-novos. Neste livro, as historiadoras Anita Novinsky, Daniela Levy, Eneide Ribeiro e Lina Gorenstein contam como a Inquisição prendeu mais de mil pessoas, sendo que 29 morreram, além de provocar o desaparecimento de outras mil e de arruinar com famílias em todo o país.


PEQUENO TRATADO DA INTOLERÂNCIA

Você não perde uma chance de exaltar o passado, lamentando que não se fazem mais programas de TV nem comerciais como no seu tempo? Defende com vigor o conceito de “voto útil” nas eleições? Compra sempre as armações de óculos que estão na moda?
Acha uma gracinha decorar sua mesa do trabalho com um desenho que seu filho fez para a escola?
Se sua resposta para qualquer dessas perguntas aparentemente inofensivas for “sim”, você já esteve na mira de Charb. Essas pequenas paixões da vida cotidiana sempre trouxeram à tona os piores instintos do cartunista e jornalista francês, que neste volume distribui sem pudor, em crônicas afiadas e divertidas, suas próprias sentenças de morte.
Cartunista e jornalista, Stéphane Charbonnier foi diretor da Charlie Hebdo de 2009 até 2015, quando morreu, durante uma reunião de pauta, no atentado terrorista à revista satírica francesa.
“Eu prefiro morrer em pé a viver de joelhos”


HOLOCAUSTO NUNCA MAIS

“Pensar como espécie é a mais nobre e sofisticada de todas as funções da inteligência, mas uma das pouquíssimas desenvolvidas” AUGUSTO CURY

Nesta publicação, Augusto Cury oferece aos leitores a oportunidade de ler o seu mais importante romance histórico-psiquiátrico, o Holocausto nunca mais, de uma única vez. A nova versão reúne os dois livros que compõem a série – Colecionador de lágrimas e Em busca do sentido da vida –, num único volume.
Para esse trabalho, Cury redigiu novo prefácio, em que relembra a importância pessoal desse romance. “O fiz com lágrimas nos olhos. Sonho que ele funcione não apenas como um retrovisor da história, mas também como espelho para o futuro da nossa espécie. Escrevê-lo foi um dos maiores desafios da minha vida como psiquiatra, psicoterapeuta, pesquisador, escritor e investigador da história”, conta o autor.

O FATOR CHURCHILL

“Johnson escreveu um maravilhoso livro sobre um homem realmente excepcional. Seus defeitos eram muitos e veniais,
mas sua inteligência, grandeza e perseverança eram infinitas e capitais. Churchill foi, antes de tudo, um exemplar de honra à humanidade.” ANTÔNIO DELFIM NETTO

“Uma performance arrojada... Neste livro, Johnson não apenas celebrou Churchill: emulou-o com vivacidade incomparável.”
FINANCIAL TIMES

“Fascinante... Boris é um escritor esplêndido e acessível,
com um toque de leveza e bom humor.” INDEPENDENT

“Propicia em igual medida entretenimento e uma apreciação
crítica das realizações do grande homem.” DAILY TELEGRAPH

“Repleto de observações vibrantes.” THE WASHINGTON POST

“Genuinamente engenhoso... este livro crepita.” THE TIMES

MODA INTUITIVA

Já parou para pensar que ao acordar você se prepara para um desfile diário, voluntário ou não? Já parou para pensar que o seu guarda-roupa é a sua coleção? Que a moda pode ser uma forma de acentuar sua individualidade e não de uniformizar pessoas?
Que moda é, acima de tudo, beleza? Não? Pois Cris Guerra, a publicitária e criadora do primeiro diário virtual de moda, o Hoje eu vou assim, não só pensou como registrou tudo no livro Moda intuitiva.
Lançado, pela primeira vez, em 2013, o livro, nesta nova versão, revista e atualizada segundo as novas tendências da moda, chega ao leitor acrescido de novos conteúdos e de um capítulo inédito, o Moda e Trabalho, com orientações sobre como compor os
looks para usar no dia a dia corporativo. Além dos novos textos, o livro também conta com mais de 40 novas fotos, que ilustram ideias de composições adotadas pela autora.
Moda intuitiva sugere também reflexões para que o leitor descubra que estar na moda não significa seguir padrões pré-estabelecidos, mas encontrar, a partir das próprias referências um estilo próprio, cheio de personalidade.

SEU TREINADOR PESSOAL 

Conhecido por ser o responsável pelo físico de celebridades como Sabrina Sato e Adriane Galisteu, Marcio Lui ensina em O seu treinador pessoal diversas formas para abandonar, de uma vez por todas, o sedentarismo. No livro, ele apresenta os treinos e as técnicas utilizadas na rotina de seus alunos de maneira detalhada e simples, através de quadros, listas e imagens autoexplicativas.
Seja na academia, em casa ou ar livre, é possível construir uma rotina de exercícios de acordo com as possibilidades, necessidades e gostos de cada um. Treinamento funcional, TRX, treinamento em circuito, além de atividades aeróbicas e em academia são algumas das opções apresentadas aqui. Independente do preparo físico atual, encontrar o plano ideal não será um desafio. É como ter um personal trainer em casa todos os dias da semana.



21 CHAVES PARA A REALIZAÇÃO PESSOAL 

Utilizando aspectos e conceitos da inteligência emocional, Rodrigo Fonseca, diretor da SBIE – Sociedade Brasileira de Inteligência Emocional do Brasil – desvenda em 21 chaves para alcançar a realização pessoal os caminhos para que todos alcancem a tão esperada realização pessoal.
A partir de um método prático, inteligente e rápido, o leitor será capaz de alcançar objetivos, sejam eles profissionais, pessoais ou emocionais em 21 extraordinárias lições.
O método de Fonseca tem cativado milhares de pessoas e tem sido responsável por ajudar famosos como Zilu Godoi, a ex-mulher do cantor sertanejo Zezé Di Camargo, a darem a volta por cima em suas vidas.
Por meio de lições práticas, Rodrigo Fonseca oferece no livro orientações sobre como pensamento positivo, mentalização e persuasão podem ser aplicados para concretizar sonhos, atingir metas, equilibrar-se emocionalmente e muito mais!

365 TWEETS DE DEUS

Onisciente, onipresente, onipotente, online e agora em livro!
Depois do consagrado sucesso conquistado no Twitter, o perfil @OCriador vira livro e chega às livrarias pela Editora Planeta

E se Deus, do alto de sua onipresença, resolvesse mandar recados à sua criação através das redes sociais? E, mais: e se as mensagens revelassem um Todo Poderoso bem humorado e até bem sarcástico? Pois foi partindo dessa ideia que surgiu o @OCriador, perfil no Instagram com mais de 1 milhão de seguidores na internet e que vira livro a
partir deste mês.
Criado em 2008, o perfil tem como mentor o alagoano Leo Cardoso e é repleto de tiradas que brincam com situações cotidianas. Lá “Deus” fala sobre política, religião, comenta sobre o futebol e até sobre o tempo: “Em uma semana, temporais e forte frente fria. Na seguinte, sol a pino e calor estafante. São Pedro só pode ser bipolar!”
Com prefácio do Padre Joãozinho, o livro é ilustrado por Tiago Judas.


108 CONTOS E PARÁBOLAS ORIENTAIS 

Em 108 contos e parábolas orientais, novo livro de Monja Coen, a mestre reúne pequenos textos que têm por objetivo provocar no leitor o anseio por um encontro profundo e verdadeiro com sua própria natureza. “Minha proposta foi a de apresentar um livro de fácil leitura, compreensão e interpretação, que tem como pano de fundo os aspectos mais intrincados dos estudos Zen”, explica a Monja.
No budismo, os textos selecionados por Monja Coen – que são histórias verdadeiras, episódios vivenciados por praticantes e monásticos em diferentes partes do mundo – são chamados de Coans. E neles estão contidas porções de sabedoria que, se bem aplicadas ao cotidiano, não só dos praticantes do budismo, mas de qualquer pessoa, poderão trazer entendimentos para os questionamentos da vida moderna.
Meditar, por exemplo, a respeito do significado do Grande Caminho, entender a verdadeira essência do budismo, conectar-se com o presente, praticar a atenção e entender um pouco mais o significado do carma, à luz do budismo, são alguns dos benefícios da leitura.


300 PÍLULAS DE SABEDORIA 




“As palavras só têm sentido se nos ajudam a ver o mundo melhor. Aprendemos palavras para melhorar os olhos.”


Cada frase dessa coletânea vai fazer o leitor pensar, refletir e se emocionar com a poesia e o olhar de Rubem Alves sobre o mundo.










Próxima Página