15 de jun de 2014

Resenha: Perdida - Carina Rissi

Título: Perdida
Autor(a): Carina Rissi
Nº de páginas: 366
Editora: VERUS editora

Terminei, definitivamente, de ler esse livro há poucos minutos antes de iniciar essa resenha. Digo "definitivamente" porque esse é o tipo de livro que me obriga a pular para os dois capítulos finais, lê-los e voltar satisfeita para onde eu parei e ler tudinho com muito prazer. Ato este, que no meu ponto de vista, declara a obra maravilhosa.
Bom. Sofia Alonza é uma jovem antenada filha de uma metrópole. Logo no primeiro capítulo de sua história percebemos sua dependência pela vida simples e rápida que a tecnologia lhe oferece. O que nos ajuda muito a conhecer sua personalidade forte de garota moderna, independente financeiramente e muito competente no que faz.
Tudo está correndo normalmente até o momento em que por um descuido deplorável ela perde seu celular e é obrigada a comprar outro, já que é claramente incapaz de viver sem um. Ao encontrar um novo aparelho nas mãos de uma vendedora muito entranha em um belo dia de sol, literalmente, Sofia é mandada misteriosamente para outro tempo, século dezenove para ser um pouco mais exata.
É evidente que ela fica sem saber o que fazer quando se encontra em um lugar que definitivamente não a agrada nem a satisfaz. Porém, com a ajuda do encantador Ian Clarke, um homem – lindo, perfeito – de admiráveis costumes, talvez ela encontre o caminho de volta para casa.
E é muito interessante como a história se desenrola a partir daí. Ela deixa de ser previsível e se torna uma verdadeira bola de lã.
Na cabeça de Sofia o plano já estava todo traçado, ela encontraria e faria tudo que precisasse para voltar para seu tempo normal e confortável. O que não estava planejado era o fato de seu coração desejar outras coisas, coisas que ela desconhecia, pois nunca havia se apaixonada de verdade e quando aconteceu, era completamente impossível. E coisas que a fazem se colocar a prova, conflitando internamente sobre ficar e não ficar.
Leio bastante histórias e não tenho vergonha de me envolver e me apaixonar com todas elas (sim! Sou fraca para romances, me julguem!) , por mais clichê que sejam. Mas essa... nossa! É uma das poucas que realmente me dominam, que me fazem querer lê-las repetidas vezes em pequenos, mas muito pequenos mesmo, intervalos de tempo. Pude sentir na pele a agonia de Sofia quando se viu no meio de uma decisão tão importante, que apesar de durar bastante, não é algo repetitivo. Pois ela e nós precisamos clarear tudo com antecedência para que ela, Sofia, tome sua decisão e nós, leitores curiosos, a apoiem sem questionamento.
São personagens bem construídos, apaixonantes e compreensíveis em uma leitura leve e viciante. O tipo que “o próximo capítulo” sempre vence o sono. Foi um grande prazer acompanhar Perdida e soube, por fontes seguras, que um novo volume estará por aí em meados de agosto. Entenderão minha ansiedade quando lerem o livro.
Até mais!

6 comentários:

  1. Minha namorada fez uma lista enorme de livros que ela achou interessante para me presentear no dia dos namorados. Perdida era um deles. Acabamos tirando da lista porque li várias resenhas dizendo que o livro tinha muitos erros de digitação, concordância... Mas li a sua resenha e novamente voltei a me encantar pela história. Por mais clichê que possa ser, também amo romances *-*

    Thati;
    http://nemteconto.org

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom, no meu ver,,adorei a escrita. Não vou negar q fiquei confusa em alguns pontos, mas não durou tanto tmp. É um otimo livro, merece ser lido ;3

      Excluir
  2. Eu tenho que compara os livros da autora. Quero muito ler os dois pois só leio resenha positivas sobre eles. Eu sou dessas também que adoro um romance, ainda mais quando dá tudo certo no final.

    Blog Prefácio

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Somo duas então. Fanatica por românces bem sucedidos. Perdida é muito cut, cê vai gostar

      Excluir
  3. Oi Elileudo,
    Eu já vi muitas resenhas positivas sobre esse livro. Eu particularmente, não sou fã de comédia romântica ou chick lits, então não é meu tipo de livro. Mas quem sabe não me rendo a leitura um dia desses.. Boa resenha.


    Mari Siqueira
    http://loveloversblog.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Adorei a resenha, já li o livro e adorei muito.
    Beijos,
    viajandoentrepalavras@blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Próxima Página